Ações Compartilhadas entre empresas: impacto e sucesso

Ações Compartilhadas entre empresas: impacto e sucesso

Você já ouviu falar de ações compartilhadas entre empresas? Por que essas ações podem ser tão importantes? Pois bem, neste texto iremos abordar esse tema que vem ganhando cada vez mais importância no mundo atual. É de conhecimento de todos que nas últimas décadas os mercados vêm se tornando cada vez mais competitivos. Não só isso, os consumidores também estão cada vez mais informados, exigentes, conscientes e seletivos. Então como se manter competitivo em um mundo onde as pessoas e a tecnologia estão se transformando o tempo todo? É aí que entram as ações compartilhadas!

 

COMO FUNCIONA UMA AÇÃO COMPARTILHADA?

Imagine duas empresas não concorrentes, cada qual especialista na sua área. Imagine também que elas ofereçam ao mercado produtos ou serviços diferentes, mas que se complementam. Logo, essas empresas podem trabalhar juntas, para desenvolver uma solução inovadora e mais completa para o mercado. Dessa maneira, ambas as empresas ganham destaque no mercado, despertando o interesse do consumidor. Esse processo no qual duas ou mais empresas trabalham juntas para desenvolver projeto em comum é denominado ação compartilhada.

Ações compartilhadas também podem ser realizadas entre empresas de um mesmo ramo, ou até mesmo entre concorrentes. Nesse caso o principal foco são ações promocionais. Um exemplo foi em 2017, quando Coca-Cola e Ambev, duas gigantes do ramo de bebidas, se uniram em uma ação. As duas empresas iniciam um projeto em conjunto de reciclagem. Trata-se do “Reciclar pelo Brasil”, programa que conta com a parceria da Associação Nacional dos Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis (ANCAT).

Ações compartilhadas empresas que se completam

POR QUE REALIZAR AÇÕES COMPARTILHADAS?

A velocidade como a tecnologia vem se transformando faz com que seja praticamente impossível acompanhar tudo o que acontece no mundo dos negócios. Por esse motivo, trabalhar com parcerias é fundamental. Com bons parceiros uma empresa economiza tempo, pois consegue focar mais diretamente no seu segmento, e dinheiro, pois não precisa investir em outros ramos, mantendo-se enxuta. Mesmo assim, devido ao trabalho em conjunto o resultado final é tão ou mais expressivo. Em suma, ações compartilhadas unem o útil ao agradável.

Ações compartilhadas estão frequentemente relacionadas com inovação. Nesse caso, tem-se um importante ponto a ser abordado. Inovar não significa necessariamente criar algo novo ou mudar totalmente um conceito. A inovação pode estar em pequenas mudanças ou adaptações, mas que geram grande impacto. As empresas mais competitivas são aquelas que estão continuamente buscando oportunidades, como produtos e serviços que possam ser melhorados e adaptados às novas tecnologias.

 

CASO MOVILE

Um caso atual de empresa que realiza ações compartilhadas e vem se destacando bastante no mercado brasileiro é a Movile. A Movile é uma startup brasileira criada no final da década de 90. No início, a empresa trabalhava com envio de SMS, oferecendo toques de celular, os conhecidos ringtones. A empresa vem crescendo exponencialmente nos últimos anos, trabalhando nos serviços de conteúdo móvel, pedido e entrega de comida, tickets e logística. Talvez o nome Movile não seja o mais conhecido, mas a corporação é responsável pelas empresas virtuais como o iFood, a Sympla e a PlayKids. O objetivo da empresa é impactar 1 bilhão de pessoas através de seus serviços.

A empresa tinha objetivos grandiosos e adotando a estratégia de benchmark, analisou o mercado da época, buscou as maiores empresas do Brasil para adaptar um modelo de gestão. Como inspiração, encontraram nada menos do que a Ambev, a maior cervejaria brasileira. Vale ressaltar que, ambas as empresas são totalmente distintas, entretanto a startup soube aproveitar as qualidades gerenciais da grande nacional e implementou uma gestão, na qual todos estavam empenhados com o crescimento.

Além disso, as próprias empresas do grupo movile trabalham em conjunto entre si. Um exemplo é o ifood e a movile pay. A movile pay é responsável pelo gerenciamento dos pagamentos pelo aplicativo do ifood, além de oferecer maquininhas de cartão sem mensalidade, com taxas pequenas e rápido recebimento dos pagamentos.

Movile e suas empresas

COMO A LEGO SE SALVOU DA FALÊNCIA

No final dos anos 90 e início dos anos 2000 a LEGO ia de mal a pior. Muitos de seus produtos e lançamentos não estavam dando o retorno esperado. Em 2004, a empresa anunciou um prejuízo recorde de quase R$ 400 milhões. Foi aí que a empresa decidiu trabalhar em conjunto com os seus clientes. Tudo começou com o Cuusoo.com, um site colaborativo que divulga e vende ideias de novos produtos. Algumas empresas que também participam do site são Nissan e Sony. Funciona assim: os clientes e fãs colocam sugestões no site, as quais são votadas pelo membros e visitantes da plataforma. As ideias mais votadas são apresentadas às empresas, que discutem a possibilidade de lançamento em escala industrial. Caso o produto seja lançado, o criador recebe uma porcentagem dos lucros.

A partir daí a LEGO se reinventou, com a participação de seus fãs voltou a crescer e atingiu um patamar de lucro e relevância em que nunca havia estado. Em 2010, o faturamento foi R$ 4,8 bilhões. O gerente de mídias sociais da marca, Peter Espersen, reconhece: “A lego deve muito aos seus fãs”.

LEGO

OUTRO EXEMPLO DE SUCESSO

Duas gigantes da indústria cinematográfica, Marvel e DC Comics, nascidas basicamente no mesmo período, estão sempre disputando as bilheterias dos cinemas quando se trata de filmes de heróis. No entanto, por várias vezes as empresas colocaram sua rivalidade lado e juntaram seus personagens para ações em conjunto. Muitos desses cruzamentos ocorreram quando a indústria estava em queda e precisava de um impulso. Na década de 1960, os quadrinhos estavam em queda, perdendo espaço para jogos de fliperama e outras formas de entretenimento. Para criar um boom no mercado, as editoras então decidiram trabalhar em conjunto. O resultado foi um sucesso.

Depois de alguns anos sem ações em conjunto, recentemente, as responsáveis pelas empresas, respectivamente Disney e Warner Bros bateram o martelo e vão fazer um crossing-over (participação em conjunto dos seus personagens) nos cinemas em 2021. Os fãs dos filmes, no lançamento da notícia, foram ao delírio e este filme será, possivelmente, recorde de bilheterias.

Marvel e DC

AÇÕES COMPARTILHADAS DO MEJ

As ações compartilhadas também estão presentes nas empresas juniores, não só isso, as empresas juniores possuem metas de ações compartilhadas. Um caso de grande impacto do MEJ (Movimento Empresa Júnior), é o Projeto Ambar, realizado pela Farma Júnior, pela Marketing Júnior e pela Sanfran Jr.,  formada por alunos de graduação dos cursos, respectivamente, de farmácia, marketing e direito da USP – São Paulo. Nesse cometimento, foi realizado para o cliente a abertura do negócio, bem como o registro da marca pela Sanfran Jr., criação de formulações de produtos, pela Farma Júnior, além de todo planejamento de marketing, desde qual seria o produto mais bem aceito pelos consumidores, planejamento do setor de comunicação e lançamento dos produtos, pela Marketing Júnior.
Além disso, Empresas Juniores (EJs), sendo todas sem fins lucrativos, não só conseguem um preço abaixo do mercado, como também, sempre estando em contato umas com as outras, conseguem oferecer uma solução completa e personalizada para seus clientes.

Contrate uma EJ!
Entre em contato com a Química Júnior. 

WhatsApp
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn

Últimos Artigos