Meio Ambiente e Vida Sustentável

Os impactos negativos de uma má gestão dos seus resíduos

O descarte inadequado

Com cada ano que se passa, o consumo de mercadoria por nós humanos aumenta e, com isso, nossa geração de resíduos sólidos cresce na mesma proporção. Esse aumento no descarte trouxe à tona um problema que vivemos diariamente: qual o fim que devemos dar para todo esse lixo?

         Infelizmente, o despreparo para cuidar dessa questão gerou consequências drásticas que culminaram no descarte inadequado de resíduos se tornando algo comum e praticado em todo o Brasil, culminando em, além dos danos ambientais claros devido a essa poluição, também em diversos problemas de saúde advindos da má gestão desses resíduos.

         A fim de tornar esse cenário menos perigoso e amenizar os problemas que caminham junto deles, é necessário políticas públicas para orientar e fiscalizar o descarte feito por domicílios e Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS) para que a geração de resíduo por empresas seja reduzida e melhor destinada.

Quais são as consequências do descarte inadequado de resíduos?

Em muitas ocasiões, vemos na televisão reportagens sobre a poluição que destrói ecossistemas marinhos e sobre montanhas de lixo que são formadas nas praias. Porém, existem consequências para a disposição indevida de resíduos que nos impactam de maneira ainda mais direta e que nem sempre conseguimos perceber. 

A má gestão dos resíduos gera diversos tipos de problemas, tanto para o meio ambiente quanto para a entidade geradora desses resíduos, podendo resultar em danos ambientais irreparáveis e severas punições aplicadas aos responsáveis.

Abaixo, listamos para você as principais consequências que uma má gestão de resíduos pode causar: 

Poluição hídrica

A poluição hídrica é caracterizada pela alteração das propriedades físico-químicas de um determinado corpo d’água pela introdução de qualquer resíduo. Os principais causadores dessa poluição são a disposição de efluentes industriais, agrícolas e esgotos domésticos, assim como descarte incorreto de lixo.

A água contaminada pode causar sérios danos à saúde das pessoas e ao ecossistema da região. Essa poluição resulta na destruição de inúmeros ecossistemas e na morte de milhões de pessoas ao redor do mundo todos os anos.

Poluição do solo

Qualquer mudança na composição ou natureza do solo em razão do contato de resíduos pode ser considerada poluição do solo. Os resíduos sólidos despejados podem ter em sua composição uma grande variedade de substâncias prejudiciais ao meio ambiente e sua degradação libera chorume no solo, líquido altamente tóxico.

Essa poluição pode tornar o solo infértil, aumentar o risco de erosão e gerar riscos à saúde humana.

Poluição visual

Sim, não podemos esquecer que a poluição visual também é uma das consequências causadas pela má gestão de resíduos. A disposição de resíduos sólidos em locais indevidos causa a destruição da paisagem, contribuindo para o aumento de doenças e proliferação de insetos e pragas. Isso sem contar o mal cheiro (Eca!).

Alagamentos e inundações

Em cidades, outros grandes problemas decorrentes do descarte inadequado de resíduos sólidos são os alagamentos e enchentes. Se descartado indevidamente, o lixo pode causar entupimento das galerias de águas pluviais, o único meio de drenagem em muitas cidades. Isso faz com que ocorram as inundações, desastres que deixam centenas de milhares de brasileiros desabrigados todos os anos.

Diminuição de vida útil de aterros sanitários

Muitas pessoas não sabem disso, mas a maioria dos materiais recicláveis quando entram em contato com outros materiais contaminantes (como materiais orgânicos), perdem seu valor reciclável. Isso faz com que, ao chegarem nos aterros sanitários, sejam dispostos junto com os demais resíduos, encurtando a vida útil desses aterros.

Multas e paralisação das atividades

Além dos impactos ambientais, a má gestão dos seus resíduos também atinge diretamente o seu bolso. Pois é. Existem leis como a Lei n.° 12.305/2010 – Plano Nacional de Resíduos Sólidos e a Lei n.° 9605/1998 – Lei de Crimes Ambientais, que define como deve ser feita a gestão correta dos resíduos. O descumprimento dessas leis pode acarretar em multas e até reclusão aos responsáveis.

O PGRS e seu impacto

         O Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, ou PGRS, consiste da formulação de estratégias que proporcionem um descarte adequado do lixo sólido produzido por atividades humanas, resultando na garantia de um descarte correto, evitando o desconhecimento dos resíduos gerados e otimizando o espaço físico e a logística de descarte.

         Ainda, existem PGRS com enfoque em lidar com resíduos potencialmente tóxicos e até patogênicos. Esses são o PGRSS, Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos de Serviços de Saúde e o PGRSI, que é voltado a indústrias químicas.

         Dessa forma, esse plano de gerenciamento busca reduzir os impactos ambientais do lixo gerado pelo homem seguindo os seis conceitos abaixo:

  1.   Não geração;
  2.   Redução;
  3.   Reutilização
  4.   Reciclagem;
  5.   Tratamento;
  6.   Disposição final adequada.

Assim, o PGRS se mostra necessário para diversas atividades comerciais, e de acordo com o artigo 13 da PNRS 12.305 / 2010, as atividades que requerem um PGRS são: de serviços públicos de saneamento básico, industriais, de serviço de saúde, de construção civil, entre outras. Para informações mais detalhadas, acesse 7 coisas que você precisa saber sobre PGRS. 

         Portanto, a importância do PGRS para empresas é de comprovar que seus resíduos são geridos de forma adequada, se mostrando preocupadas com o meio ambiente e com a população que a circunda de forma geral. Além disso, o PGRS é de suma importância para amenizar os diversos impactos provenientes do descarte inadequado de resíduos na natureza e em ambientes urbanos, prevenindo também a contaminação do ambiente em que são descartados, quando trata-se de lixo tóxico ou patogênico.

 

Ficou interessado(a) em realizar um PGRS na sua empresa?

Que ótimo! Isso significa que você está preocupado com o meio ambiente e com a sustentabilidade da sua empresa. 

A Química Jr. é referência quando se trata de projetos sustentáveis e oferecemos também o PGRS a preço abaixo do mercado.

Está esperando o que? Peça agora um orçamento. É fácil, rápido e grátis!