Gestão e Desenvolvimento

Maneiras de medir o desempenho do seu negócio

medir o desempenho do seu negócio

Imagine que você seja um empresário, com metas e objetivos. Como saber se a sua empresa está evoluindo? É por isso que ter maneiras de medir o desempenho do seu negócio é fundamental. Conhecendo o desempenho podemos tomar decisões mais certeiras e solucionar problemas mais urgentes. No texto a seguir, vamos tentar mostrar de onde surge a necessidade de se medir o desempenho e apresentar algumas maneiras que podem ser utilizadas para indicar como o seu negócio está indo.

 

Histórico do Mercantilismo

Desde a Antiguidade realizam-se trocas. Antes da criação dos diferentes tipos de dinheiro que existiram em diferentes épocas, trocava-se diretamente os produtos entre seus diferentes produtores. Antes do surgimento da mercantilismo na Idade Média, a sociedade baseava-se no domínio de terras. Essas terras não eram vendidas como ocorre na atualidade, então esse era o fator que determinava o poder e a riqueza de uma pessoa. Uma vez que o avanço das técnicas agrícolas permitiu às pessoas acumularem excedentes, a troca desse excesso começou a ser realizada.

Isso foi o início do que chamamos de mercantilismo. O feudalismo que reinava até então não era apenas um sistema econômico, mas também envolvia um complexo sistema político e social na sociedade. Uma vez que esse comércio iniciou-se, houve um renascimento dos mercados, devido a viagens mais seguras com o declínio do feudalismo. A lei e a ordem eram essenciais para que isso acontecesse, pois essa transformação do mercado não ocorreu de uma hora para outra, levando um certo tempo para que o mercantilismo se torna-se a força motriz das economias.

 

Histórico do Capitalismo

Prosseguindo um pouco a frente na história, com a publicação de “A Riqueza das Nações” por Adam Smith em 1776, iniciou-se uma revolução no pensamento econômico. Ele foi a base para novos estudos sobre a economia, e como a Inglaterra mudou suas políticas econômicas durante o século seguinte. O impacto dele era devido a uma necessidade que surgia devido às expansões comerciais que estavam ocorrendo no mundo. Logo o estudo da economia, cresceu paralelamente a acumulação do capital privado e ao sistema industrial que ali surgia.

Com a crescente divisão do trabalho que na época surgia, especialistas começaram a surgir, voltados a suas respectivas áreas. Uma vez que a capacidade produtiva aumentava, assim também suas necessidades aumentavam. A sociedade como um todo avançava para uma nova maneira de realizar o comércio, o livre mercado que Smith idealizou. Logo o desempenho das mais variadas indústrias se tornou cada vez mais essencial, como o próprio mercado deveria se regular (sem uma interferência direta do governo), quanto melhor o seu desempenho melhor seriam seus lucros.

 

Por que medir o desempenho?

A medida do desempenho de um negócio consiste na coleta, análise e a emissão de relatórios com relação a performance de um indivíduo, grupo, organização, sistema ou componente. Um dos mais importantes aspectos a serem considerados com relação a isso é que a medida do desempenho ajuda qualitativamente, dando informações úteis sobre os produtos, processos e serviços de um negócio.

Já dizia Sun Tzu na Antiguidade: “Se você conhece o inimigo e conhece a si mesmo, não precisa temer o resultado de cem batalhas. Se você se conhece mas não conhece o inimigo, para cada vitória ganha sofrerá também uma derrota. Se você não conhece nem o inimigo nem a si mesmo, perderá todas as batalhas…”. Isso não se aplica apenas a guerra, mas também aos negócios, pois conhecer  o seu concorrente e a si mesmo é vital em uma sociedade na era da informação.

A implementação de medidas de desempenho é uma ótima maneira para entender, administrar e melhorar o que uma empresa faz. Isso é um processo contínuo que envolve checar se os padrões estabelecidos têm sido seguidos. Essa comparação necessita que o administrador supervise e observe as atividades de seus colaboradores. A ideia é que estudando os resultados, o empreendedor consiga agir de uma maneira efetiva ao realizar mudanças, a fim de garantir a adequação aos padrões desejados. Dessa maneira,  é possível garantir um trabalho de qualidade.

O aumento da performance não é a única vantagem nesse sistema, mas um aumento na produtividade faz com que existam reduções nos custos de operação. Logo é uma ótima maneira também para medir se planos de ação ou projetos estão sendo efetivos em suas implementações. Se feito corretamente, ele pode ser a fonte de sucesso de uma organização.

Para qualquer tipo de operação são necessários métodos de medida de desempenho e, seguindo esta linha, os indicadores são essenciais para que a performance seja melhorada. Nesse contexto, medir um desempenho é quantificar uma ação. A partir dessa quantificação as ações tomadas pela administração.

Metas e objetivos

Qualidaderapidezconfiabilidadeflexibilidade custo podem serem definidos e vistos como o cinco objetivos globais de desempenho que satisfazem os consumidores. Vale lembrar que os consumidores possuem necessidades em diversos campos, as quais podem variar ao longo do tempo. No próximo tópico você irá conhecer melhor esses objetivos de desempenho.

 

Medidas de desempenho

1) Qualidade

Esse objetivo está relacionado a aspectos como as garantias, os níveis de  reclamações dos consumidores, número de defeitos por unidade e o score de satisfação do cliente.

Score é uma metodologia de planejamento estratégico utilizado em Gestão de Empresas que visa o balanceamento ou integração de todos os elementos que definem o desempenho de uma empresa.

Com o mercado cada vez mais competitivo e as exigências do público também se tornando cada vez maiores (tanto em nível nacional como internacional) é de grande importância que as empresas se preocupem com a plena satisfação de seus clientes. A qualidade deve ser um dos objetivos centrais de uma empresa, dessa forma, investir  na melhoria dos processos é um dos pilares para um sucesso futuro.

2) Rapidez

O tempo é precioso. Na atual sociedade conciliar a relação tempo-produção tornou-se um desafio, uma vez que são estabelecidos prazos e condições para a realização de alguma atividade. Ter planejamento é um fator essencial para um desenvolvimento sustentável, portanto para a otimização são necessários métodos que auxiliem nesta organização.

Neste sub-tópico tratamos do tempo que mede o ciclo do seu negócio. Administrar e saber utilizar o tempo é uma ferramenta que mensura o desempenho do seu negócio. E como melhorar? Você já ouviu falar ou sabe o que é a Cronoanálise ? Clique aqui e saiba mais:  Conheça a Cronoanálise.

A Química Júnior Projetos e Consultoria oferece a você um  e-book para conhecimento desta abordagem mais comumente usada nos estudos de tempos. Ela é caracterizada pelo uso de cronometragem para determinar o tempo padrão de uma operação. Clique aqui e confira um E-book grátis sobre a Cronoanálise.

3) Confiabilidade

A cada dia estamos mais dependentes de equipamentos e pessoas que por mais eficientes que sejam, apresentam falhas. Cumprir metas e prazos de entrega é essencial para sermos competitivos. Quando se assume um compromisso com o cliente, o mesmo tem que ser cumprido para que não se perca a confiabilidade.

A confiabilidade faz parte das várias dimensões da qualidade, e sua procura tem levado as organizações investirem cada vez mais em novos recursos para gerar produtos e serviços que atendam aos requisitos da qualidade.

4) Flexibilidade

A flexibilidade consiste na mudança e prontidão consciente para uma programação já estabelecida. Também está relacionada a itens como:

– Tempo necessário para desenvolver novos produtos
– Tamanho médio de lote.
– Tempo para mudança de máquina/equipamento.
– Capacidade média/máxima.
– Tempo para mudar a taxa de atividade

5) Custo

A partir de um bom gerenciamento de custos, a organização, vem a ter maior controle de seus gastos e de onde pode investir, eliminar desperdícios, entre outras. O custo, está a relacionado a atividades como: Ter um planejamento e um orçamento responsável.

E como melhorar? O lean manufacturing, no inglês, ou manufatura enxuta, no português, é uma linha de pensamento, ou seja, uma filosofia de vida cujo objetivo é evitar desperdícios, sendo que alguns estão listados abaixo, e, assim, diminuir os custos desnecessários dos produtos. Conheça: Benefícios do Lean Manufacturing.

 

Padrões de desempenho

Padrões de desempenho

Após uma operação ter medido seu desempenho através de um conjunto de medidas parciais, precisa identificar se seu desempenho é bom, ruim ou indiferente. Quatro tipos de padrões são geralmente utilizados para identificar o desempenho das operações:

1) Padrões históricos: significa comparar o desempenho atual com desempenhos anteriores.

Se uma empresa em um determinado ano demora 30 dias para entregar um projeto , sendo que no ano anterior levava 100 dias, seu desempenho poderia ser julgado como bom. Os padrões de desempenho histórico são efetivos quando julgam se uma operação está melhorando ou piorando com o tempo, mas não oferecem nenhuma indicação de que o desempenho poderia ser considerado satisfatório.

2) Padrões de desempenho alvos: São arbitrários e servem para reflexão do nível de desempenho que é visto como adequado ou razoável.

Se é considerado razoável que o cliente receba seu produto em 7 dias conforme citado no exemplo anterior, então o desempenho de uma operação que faz a entrega em 7 dias será considerado aceitável.

3) Padrões de desempenho da concorrência: comparam o desempenho atingido pela produção com o desempenho seus concorrentes.

Se a empresa entrega seu produto ao cliente em 10 dias e seu concorrente em 3 dias, seu desempenho poderá não ser considerado bom.

4) Padrões de desempenho absolutos: é tomado em seus limites teóricos, ou seja, são padrões absolutos, que talvez nunca sejam alcançados na prática, mas permitem a operação programar-se em relação ao limite teórico.

No exemplo do tópico 3,  produto que demora 10 dias para ser entregue ao cliente, pode levar 4 horas para ser produzido e entregue ao consumidor, mas na prática, a operação jamais irá atingir um tempo de entrega de 4 horas, mas o padrão mostra como a operação poderia teoricamente melhorar.

E como melhorar a sua produção e o desempenho do seu negócio?  O 5S é um programa de gestão de qualidade, que visa desenvolver e aperfeiçoar a organização, padronização e limpeza dentro de empresas. Os princípios aplicados pelo programa 5S buscam alcançar a melhoria contínua e a qualidade total.

Gostou, se interessou? A Química Júnior. oferece esse serviço e agora te presenteia com um e-book sobre os 5 sensos: E-book GRÁTIS sobre o 5S.

 

TEXTO REFERÊNCIA: Desempenho nas operações: como medir e melhorar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *