Meio Ambiente e Vida Sustentável

Carros elétricos vão resolver os problemas ambientais?

Antes de ler, que tal conferir um e-book gratuito sobre o nosso projeto Carbono Neutro? Acesse já o e-book clicando aqui e fique por dentro de um de nossos projetos mais importantes para os objetivos do desenvolvimento sustentável!

Histórico e cenário atual

Internacional

Em primeiro lugar, vale ressaltar um ponto essencial com relação ao que se pensa sobre a tecnologia de carros elétricos.

Não se trata de uma inovação tecnológica recente, mesmo que nos últimos anos alguns avanços tecnológicos significativos tenham sido realizados, como as baterias de íon lítio, o conceito básico de um carro elétrico se manteve o mesmo

Sabendo disso, voltamos à história dos carros elétricos que começa nos meados do século XIX e está intimamente ligada com os desenvolvimentos tecnológicos deste século.

Em 1859, Gaston Planté desenvolveu a primeira bateria de ácido e chumbo, que foi utilizada por vários carros elétricos a partir de 1880 na França, EUA e Reino Unido.

Somente em 1885 que Benz fez a primeira demonstração de um motor com combustão interna. Após isso, invenções do século colaboraram com automóveis elétricos, como o desenvolvimento da bateria de níquel-ferro por Thomas Edison em 1901.

Porém a partir do início do século XX, os carros elétricos tiveram um declínio muito grande por uma série de fatores principalmente nos EUA:

  • A partir do fordismo no início do século, o preço final de carros a gasolina correspondia a aproximadamente metade do que um carro elétrico;
  •  A partir de 1920, era necessário que veículos conseguissem percorrer longas distâncias;

As descobertas de grandes reservas de petróleo reduziram ainda mais o preço do petróleo, tornando-o ainda mais acessível e barato.

Carro elétrico carregando em estacionamento

Por conta disso, os carros elétricos foram marginalizados e só voltaram à pauta a partir dos anos 60. A partir daí, a preocupação com o meio ambiente passou a crescer, principalmente por conta da poluição atmosférica e do debate sobre geração de energia.

Então, uma série de conferências ambientais aconteceram. Os objetivos ambientais se tornaram uma pauta necessária para cada país. A partir daí, a “mobilidade sustentável” passou a ser um ponto crucial até os dias de hoje e com isso, carros elétricos são cada vez mais comuns e são vistos como o futuro.

 

Nacional

Quando olhamos para o Brasil, percebe-se que essa pauta ainda está no começo. Carros elétricos ainda são pouco acessíveis como um todo, mesmo com os subsídios de importação.

Porém, percebe-se que algumas montadoras estão seguindo uma linha para eletrificação de carros como um todo, o que é muito positivo para o Brasil como um todo, já que em 2014 o setor de transporte correspondia a 46% da emissão de gases do efeito estufa.

 

Mobilidade elétrica no Brasil: Vantagens e Desafios

Para analisar a mobilidade elétrica no Brasil, é necessário analisar alguns pontos cruciais como a matriz energética brasileira, a realidade financeira do brasileiro e os incentivos para desenvolver e baratear essa tecnologia.

Com relação a matriz energética brasileira, sabemos que ela é constituída majoritariamente por fontes renováveis, que constituem 83% dela, algo que vai contra a tendência mundial, vale ressaltar que 63% disso provém de hidrelétricas. Logo, quando pensamos em carros elétricos, a redução de emissão de carbono seria algo muito notável no Brasil como um todo.

Usina hidrelétrica

Falando um pouco sobre a realidade financeira do brasileiro, pouco mais de 2,2 milhões de brasileiros têm uma renda que permita o investimento em um artigo tão caro e de nicho como um carro elétrico hoje em dia, algo que deverá melhorar ao longo dos anos.

Por fim, com relação aos incentivos, de fato existem alguns com relação ao barateamento e produção em solo nacional de carros elétricos. Porém ainda trata-se de um mercado que está iniciando agora e que muito provavelmente só veremos resultados palatáveis somente daqui há alguns anos. 

Logo, no contexto brasileiro, os carros elétricos têm um papel importante, principalmente com relação à mobilidade sustentável. Entretanto, muitos passos ainda têm que ser dados para que isso seja viável para a maioria da população. Projetos como o da Volvo que visa a eletrificação de linhas automotivas vão ser essenciais para que isso ocorra.

 

Principais impactos ambientais causados por veículos

De longe o maior impacto ambiental causado por veículos é a emissão de gases do efeito estufa, grandes causadores de mudanças climáticas. A utilização de combustíveis fósseis como geração de energia para carros é um grande fator na emissão de dióxido de carbono, mesmo formas mais sustentáveis como biocombustíveis, o etanol e o biodiesel, ainda são grandes poluidores.

Plataforma de Petróleo

Em consequência da grande poluição emitida por automóveis ocorrem diversas alterações climáticas, sem levar em conta todo seu processo de fabricação. A fabricação de um carro envolve a emissão de gases poluentes. Desde o processamento do petróleo para os combustíveis e seu descarte, que são grandes poluidores caso não manejados de maneira correta. Portanto, os carros são grandes poluidores em toda sua vida útil desde a fabricação até sua utilização e por fim seu descarte.

Atualmente a melhor solução que está em desenvolvimento é a mobilidade sustentável, que pode ser através de carros elétricos.

 

Carros elétricos vão resolver os problemas ambientais?

A mobilidade sustentável busca combater os problemas de trânsito, a emissão de gases poluentes através de um transporte mais eficiente e menos poluente. Uma possível solução encontrada são os carros elétricos, que praticamente não emitem CO2.

Carro elétrico sendo carregado

No entanto, existem alguns problemas atrás da imagem de automóvel perfeito, o processo de fabricação de um carro elétrico ou híbrido é muito mais poluente que a de um carro movido a combustão. O combustível ser energia elétrica é um grande diferencial pois o seu uso não vai emitir gases, mas de onde vem essa energia elétrica?

Em geral, no mundo a maior parte da energia não vem de fontes sustentáveis como eólica e solar, mas sim de combustíveis fósseis. Portanto, a visão de um carro elétrico ser carbono neutro, por não possuir emissões é teoricamente incorreta.

Entretanto, a busca da neutralização de carbono é um fator muito importante para a melhoria de questões ambientais. Assim como buscam formas de neutralizar as emissões de automóveis, empresas também precisam buscar diminuir ou neutralizar suas emissões de carbono.

 

Como você pode contribuir na neutralização de carbono?

A Química Jr pode te ajudar na sua neutralização de carbono com o projeto Carbono Neutro, em que contabilizamos suas emissões e posteriormente realizamos o plantio de mudas para neutralizar suas emissões! Fale conosco.